Ultrassom Gestacional Veterinário

O útero pode ser visualizado com o animal em decúbito dorsal, lateral ou em estação. Para sua avaliação, o exame deve ser executado na posição médio-ventral, lateral e caudal do abdome. Os aspectos lateral e caudal, minimiza a possibilidade de interpretações errôneas resultantes de artefatos gerados pela presença de gás no intestino.

O estro na cadela tem início 1 ou 2 dias antes do pico de LH que tem duração aproximada de 5 a 9 dias. Após o pico de LH, a ovulação ocorre entre 24 e 72 horas e a fertilização entre 2 a 3 dias após a ovulação. Durante o período do estro, a cadela pode copular uma única vez ou várias vezes. A fertilidade do sêmen canino no trato genital feminino pode variar de 4 a 6 dias. Portanto, o tempo exato da concepção, e conseqüentemente a idade gestacional ou fetal, torna-se desconhecido.

Para o diagnóstico positivo podem ser realizado uma palpação transabdominal entre 21º e 28º dias; exame radiográfico a partir do 49º dias após a última cópula e pelo ultra-som a partir do 20º dia na maioria dos cães e gatos. Estudos comparando estas três técnicas para o diagnóstico gestacional e estimação de número fetal, mostram que a radiografia apresenta 100% de precisão no diagnóstico positivo de prenhez no último trimestre da gestação e 93% de precisão na determinação número de fetos. O ultra-som tem 94% de precisão a partir do 30º dia após a cópula e a palpação era 88% preciso para diagnóstico gestacional. 

O estudo radiológico pode se tornar difícil de ser realizado em pacientes obesos ou que apresentem grande dilatação do abdome em virtude da gestação. A palpação retal tem sua limitação a cerca do porte do paciente e após 35 dias, a membrana fetal individual pode se tornar não palpável devido ao aumento generalizado do útero. A ultra-sonografia necessita de tricotomia abdominal ampla e um certo tempo de contenção o que pode ser desconfortável ou até estressante para a fêmea.

O primeiro sinal ultra-sonográfico que confirma a gestação é a visualização da membrana fetal (também chamada de blastócisto, cavidade coriônica, vesícula embrionária) que pode ser observada 17 dias após o pico de LH. Esta membrana é simplesmente um blastócisto amadurecendo dentro do qual existe o embrião em desenvolvimento. As membranas fetais são visualizadas como pequenas estruturas esféricas, com vários milímetros em diâmetro (10mm), anecóicas rodeadas por um halo mais ecogênico, situadas dorsalmente à bexiga. Neste período tão curto de tempo deve-se atentar para a ocorrência de possíveis patologias como cistos no endométrio ou uma piometra em fase inicial, que poderão ser confundidas com a vesícula embrionária. Quanto mais precoce o diagnóstico, mais difícil, devido ao tamanho pequeno do útero e a membrana fetal pode ser muito pequena para ser identificada no exame inicial. Recomenda-se, para um diagnóstico preciso, que o ultra-som seja realizado, após 27 dias do pico de LH ou 25 dias depois da última cópula, isto significa que a gestação não pode estar a menos de 23–25 dias, desta forma é provável que a membrana fetal esteja com dimensões viáveis à avaliação, sendo provável que contenha um embrião detectável.

Contato

Telefone

E-mail

Atendimento

24h

Onde Estamos

Águas Claras - DF

Obrigado por sua visita aqui, estamos ansiosos para lhe proporcionar uma experiência única para você e seu pet presencialmente na loja. Esperamos não precisar, caso precise estamos prontos para lhe atender.

© 2018 Todos os Direitos Reservados Sonho de Bicho - Veterinária 24h. Desenvolvido por

M2 Soluções Corporativas
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram